Monetárias e Bancárias

Monetárias e Bancárias

teste carvalho@goweb.pt https://www.bancocentral.tl/uploads/seo/big_1436805856_8449_button_accept.png
Menu Side Left > Economia e Estatística > Monetárias e Bancárias

A Divisão de Economia e Estatística do Banco Central de Timor-Leste lida com:

  • Estatística da Balança de Pagamentos
  • Estatística Monetária e Financeira
  • Produto Interno Bruto
  • Estatística das Finanças do Governo
  • Estatística de Preços
  • Estatística do Comércio Externo
  • Outras Estatísticas relacionadas
  • Análise e Investigação Económica

Esta Divisão empenha-se, fundamentalmente, na promoção da elaboração de estatísticas económicas harmonizadas e de qualidade em Timor-Leste, através de:

  • Aplicação de Padrões Estatísticos Internacionais
  • Prestação de serviços de recolha, compilação, análise e disseminação de estatísticas económicas
  • Condução de investigação para a melhoria da produção e uso de estatísticas económicas
  • Alojando uma Base de Dados para a realização de análises económicas por outros utilizadores

Balança de Pagamentos

O BCTL desenvolveu uma compilação metodológica para a elaboração de estatísticas da Balança de Pagamentos (BDP) e da Posição de Investimento Internacional (PII) baseada no Manual da Balança de Pagamentos do Fundo Monetário Internacional (FMI) - manual de Business Process Management, como forma de orientação para a prática da compilação dos dados foi desenvolvida uma base de metadados.

Uma estatística da balança de pagamentos atempada, fiável, detalhada e abrangente, baseada numa metodologia apropriada e analiticamente orientada é uma ferramenta indispensável à análise económica e ao processo de tomada de decisão política sobretudo atendendo à importante relação entre o desenvolvimento económico do país e a sua ligação com o resto do mundo.

Estatística Monetária e Financeira

As estatísticas monetárias e financeiras de Timor-Leste consistem num conjunto detalhado e abrangente de informação acerca das existências e fluxos de ativos e responsabilidades financeiros e não-financeiros em todos os sectores económicos. O guia de compilação de estatísticas monetárias e financeiras de Timor-Leste é baseado no manual de estatísticas monetárias e financeiras do FMI.

As instituições financeiras supervisionadas pelo BCTL devem apresentar ao banco, mensalmente, as suas folhas de balanço e as demonstrações de resultados. Esta informação servirá de base à compilação das estatísticas monetárias e financeiras de Timor-Leste. As estatísticas monetárias estão significativamente interligadas com as estatísticas bancárias.
Constituem contributos essenciais para a política monetária do Banco Central. Estas estatísticas dizem respeito a agregações estatísticas monetárias, calculadas de acordo com definições adoptadas pelo BCTL.

Produto Interno Bruto (PIB)

O Produto Interno Bruto corresponde ao valor monetário de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região, num determinado período. O PIB de Timor-Leste é calculado numa base anual. O cálculo do PIB inclui o consumo privado e o público, as despesas em investimento e as exportações, e retira-lhes o valor das importações que ocorram em território nacional.

De forma simples, o PIB de Timor-Leste é uma quantificação em larga escala da atividade económica do país.

Fórmula para cálculo do Produto interno Bruto  
PIB = C + G + I + NX  
Em que: C corresponde ao consumo privado ou à despesa dos consumidores/famílias, G corresponde à soma da despesa do governo, I corresponde à soma de todo o investimento realizado no país, que inclui as despesas das empresas em bens de capital e NX corresponde ao total de exportações líquidas do país, calculado a partir do total de exportações menos o total de importações (NX = Exportações – Importações).  


Estatística das Finanças do Governo (EFG)


A Estatística das Finanças do Governo (EFG) de Timor-Leste, divulgada pelo BCTL, apresenta as atividades económicas do governo, ou seja, em termos gerais, a execução orçamental do governo, que inclui:
  • A receita total do governo
  • A despesa total do governo
  • O balanço do governo, ou seja, os excedentes (+) / défice (-)


Inflação

A inflação é um aumento do nível geral de preços durante um certo período de tempo, geralmente um ano, um trimestre ou um mês.
A inflação é habitualmente medida tendo em conta a variação do chamado Índice Geral de Preços (IGP) no período considerado. O IGP é construído a partir de inquéritos às despesas das famílias (que permite determinar o peso relativo de cada tipo de bens):

Exemplos:

  • Alimentação
  • Educação
  • Transportes
  • Etc...
Na estrutura do consumo médio das famílias timorenses as informações sobre os preços praticados no mercado de um muito vasto grupo de bens e serviços são recolhidas mensalmente em lojas, mercados e estabelecimentos semelhantes.

O IGP revisto de Timor-Leste apresenta os novos pesos dos grupos de produto, da seguinte forma:

Lista de Produtos  
Produto Percentagem
Alimentação 64.3% (of which 17.2 are cereals, particularly the rice)
Álcool e Tabaco 4,9%
Vestuário e Calçado 5,9%
Habitação 5.7%
Mobiliário 4.2%
Saúde 0.8%
Transportes 6.4%
Comunicações 2.3%
Cultura e Lazer 3,3%
Educação 2.3%


Estatística do Comércio Externo

A Direção Nacional de Estatística, usando como informação de base a fornecida pelos serviços alfandegários, publica regularmente informação sobre o comércio externo de Timor-Leste.

Os serviços alfandegários registam separadamente os dados relativos à importação de mercadorias e de outros produtos, assim como as exportações e reexportações.

Mercadorias importadas são produtos sobre os quais recai imposto, os outros produtos importados são aqueles sobre os quais existe isenção de pagamento de imposto. Reexportação respeita, geralmente, a equipamento anteriormente importado, por agências internacionais, e retorna posteriormente ao país de origem.

A moeda oficial de Timor-Leste é o dólar norte-americano. Todos os pagamentos e transações realizados em território nacional devem ser efetuados na moeda oficial.

Este novo IGP tem por base os preços médios registados em dezembro de 2012, a que foram atribuídos o valor do índice 100. Os preços são recolhidos numa base mensal, tanto para Díli como para Timor-Leste, em algumas capitais de Município, criando um IGP-Díli e um IGP-Nacional.
Tendo em conta que os dados de Díli são mais fiáveis que os do resto do país, a taxa de inflação normalmente apresentada é a verificada em Díli. Os serviços alfandegários de Timor-Leste registam o volume de importações e exportações de bens e serviços entram ou saem do país.
A Direção Nacional de Estatística, usando como informação de base a fornecida pelos serviços alfandegários, publica regularmente informação sobre o comércio externo de Timor-Leste.
Os serviços alfandegários registam separadamente os dados relativos à importação de mercadorias e de outros produtos, assim como as exportações e reexportações.
Mercadorias importadas são produtos sobre os quais recai imposto, os outros produtos importados são aqueles sobre os quais existe isenção de pagamento de imposto. Reexportação respeita, geralmente, a equipamento anteriormente importado, por agências internacionais, e retorna posteriormente ao país de origem.
A moeda oficial de Timor-Leste é o dólar norte-americano. Todos os pagamentos e transações realizados em território nacional devem ser efetuados na moeda oficial.

Taxa de Câmbio

Os bancos a operar em Timor-Leste definem de acordo com critérios próprios as taxas de câmbio que praticam, estas taxas são meramente informativas. O BCTL publica esta informação, obtida a partir de fontes internacionais credíveis, como parte da sua missão de serviço ao público;As taxas de câmbio reais são taxas nominais corrigidas pelo efeito do movimento dos preços (aumento ou descida) na economia. A taxa de câmbio real fornece informações sobre o grau de competitividade de um país, quando comparado a outro.
As alterações nas taxas de câmbio são medidas através de dois indicadores: a Taxa de Câmbio Efetiva Nominal (TCEN) e a Taxa de Câmbio Efetiva Real (TCER).

Taxa de Câmbio Efetiva Nominal (TCEN) e Taxa de Câmbio Efetiva REAL (TCER)

TCEN
A TCEN é uma média ponderada das principais taxas de câmbio nominais bilaterais, cujos pesos são baseados nas transações comerciais e refletem a importância relativa de cada moeda no conjunto das taxa de câmbio efetivas.
A TCEN de um dado período é definida como a soma ponderada das taxas de câmbio nominais bilaterais, com pesos definidos como a proporção do comércio externo de cada parceiro comercial sobre o total.
 
Em que:
A taxa de câmbio do país/moeda X por contraste ao Dólar norte-americano
Os pesos do país/moeda X no índice

TCER
A TCER é obtida ajustando a TCEN aos diferenciais de inflação para com os países cujas moedas estão incluídas no índice. Uma vez que a taxa de inflação em cada país é assumida como indicador de larga escala das tendências de custo interno de produção, a TCER deverá refletir a competitividade externa dos produtos nacionais. O foco principal da TCER é a balança comercial e, em particular, as alterações induzidas pelas taxas de câmbio nos fluxos comerciais. A apreciação da tendência da taxa de câmbio real é considerada desfavorável ao crescimento das exportações, na medida em que favorece as importações de países concorrentes. A TCER é a soma ponderada das taxas de câmbio reais bilaterais, com pesos atribuídos à proporção de cada parceiro comercial no total:

 

 j = Timor-Leste , i=parceiro


O TCEN e TCER baseadas na situação comercial de Timor-Leste com 8 países parceiros comerciais são calculados numa base regular pelo Banco Central (BCTL). A seleção de países incluídos neste índice é baseada nas quotas comerciais bilaterais e na importância em termos de competitividade das importações desses países para Timor-Leste no mercado internacional.

O valor ponderado é calculado com base na média geométrica do comércio bilateral Timor-Leste com cada um dos países.

Composition of 8 Trading Partners (Per Cent)  
Parceiro Percentagem
Indonésia 45%
Austrália 9%
Singapura 18%
Japão 4%
Vietname 7%
Tailândia 3%
Malásia 9%
Portugal 5%
A composição pode variar, na medida que é reavaliada a cada 5 anos.